O que é o Pacto Global da ONU e quais são os seus princípios?

22 out 2020

Este artigo foi escrito para quem se preocupa em proteger o meio ambiente e procura formas de evitar a degradação do nosso planeta. Com certeza, você já deve ter ouvido falar do Pacto Global da ONU e dos seus 10 Princípios, que estão ligados à ecologia! Se você se preocupa com o futuro da humanidade e com o bem-estar das pessoas, leia este post até o fim.

É preciso repensar os nossos hábitos e encontrar opções para poluir o mínimo possível a atmosfera do nosso planeta. Diante de tantas catástrofes naturais que vêm ocorrendo nos últimos anos, as autoridades se reuniram e decidiram fazer algo a respeito. Esses foram os principais motivos que levaram os governos de muitos países a aderirem ao pacto mundial.

Todos nós somos responsáveis pelo que acontece na Terra e devemos pensar e repensar sobre os recursos naturais e o que queremos deixar para os nossos descendentes. Juntos conseguiremos encontrar novas soluções para que os nossos herdeiros tenham a oportunidade de ver a natureza, assim como nós tivemos essa chance!

Você quer saber mais sobre esse assunto, entender o que é o Pacto Global da ONU e descobrir quais são os seus princípios? Continue a leitura!

Como podemos colaborar para o bem da coletividade?

Você tem dúvidas se é possível ou não colaborar para o bem da coletividade? Acredite, não há uma única pessoa no globo que deva se isentar de tomar atitudes conscientes. Basta observar as rotinas diárias dentro da sua casa para identificar o que pode ser feito a fim de gerar menos resíduos e reciclar mais. Viu como ficou fácil?

Vamos dar apenas um exemplo simples de entender: se você trabalha em uma empresa que tenha um número considerável de colaboradores, é possível criar uma lista de endereços e combinar para que quatro ou cinco pessoas utilizem o mesmo carro para ir e voltar do trabalho. Assim, o trânsito ficará menos obstruído e haverá menos emissão de gás carbônico, que polui a atmosfera!

Quais são os 10 Princípios do Pacto Global da ONU?

No Pacto Global da ONU, foram estabelecidos dez princípios universais. Todos eles estavam inseridos em diversas declarações: Declaração Universal de Direitos Humanos, Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção, Declaração do Rio sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento e Declaração da OIT sobre os Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho.

Os princípios são:

  • proteção aos direitos humanos;
  • não participação em violações desses direitos;
  • apoio à liberdade de associação e à negociação coletiva;
  • eliminação do trabalho escravo;
  • abolição efetiva do trabalho infantil;
  • fim da discriminação no emprego;
  • abordagem preventiva quanto aos desafios ambientais;
  • promoção da responsabilidade ambiental;
  • incentivo à difusão de tecnologias sustentáveis;
  • combate à corrupção.

O Estado tem o dever de agir preventivamente contra abusos aos direitos humanos praticados por terceiros, utilizando-se das medidas adequadas, investigando, punindo e reparando atitudes incorretas, criando políticas públicas, editando normas, regulando e submetendo os agressores ao Poder Judiciário etc.

Já as empresas devem respeitar os direitos humanos reconhecidos internacionalmente, não infringindo direitos de terceiros e enfrentando os impactos negativos quando tiverem responsabilidade sobre eles, realizando as auditorias respectivas. Para atender a esses objetivos, foi criado o Grupo de Trabalho Empresas e Direitos Humanos.

Além dos 10 Princípios, foram aprovados os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), no ano de 2015. São metas internacionais que influenciam o meio ambiente, a economia e o desenvolvimento humano, impulsionando o mundo inteiro a cobrar corporações que não atuam dentro dos padrões universais estabelecidos.

O que é esse Pacto Global?

Agora vamos conhecer um pouco sobre o Pacto Global da ONU, que se trata de uma iniciativa do ex-secretário-geral da Organização das Nações Unidas. Kofi Annan estabeleceu o objetivo de chamar a comunidade empresarial para que adotasse os 10 Princípios, que são valores fundamentais no cenário mundial.

Ele contou com a aprovação e a participação das Nações Unidas, bem como com inúmeras empresas e sindicatos, organizações não governamentais e parceiros dispostos a construir o mercado mundial de forma igualitária e inclusiva. As empresas e os demais participantes são de ramos diversos e países distintos, dispondo de lideranças inovadoras.

Hoje existem 150 redes espalhadas com 5.200 organizações signatárias trabalhando ativamente para reduzir os abusos contra os seres humanos e o meio ambiente. Elas gerenciam o seu desenvolvimento com responsabilidade, contemplando os interesses dos seus colaboradores, investidores, clientes, entre outros.

Todavia, compreenda que esse pacto não é uma lei ou um código obrigatório. É apenas uma iniciativa de voluntários que pensam no crescimento sustentável, fornecendo diretrizes para todos os interessados. No site do Pacto Global, você encontrará quais são os eventos programados para cada ano e também os dados das empresas brasileiras que fazem parte do acordo.

Como as empresas privadas estão engajadas para alcançar os objetivos da agenda 2030?

Além de servir de base para a ISO 26000 de RSE, o Pacto Global da ONU contribui para que as empresas enfrentem desafios sociais. Na verdade, é a maior iniciativa que versa sobre sustentabilidade corporativa a nível mundial. Atualmente, existem 13 mil membros adeptos e o pacto já abrange 160 países que disseminam boas práticas empresariais.

Recentemente, os 193 países que fazem parte das Nações Unidas aprovaram por unanimidade a Agenda 2030, que apresentará os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Desde o ano de 2015, foi criado um verdadeiro plano de ação. Interessante, não é mesmo?

Qual é o papel social do Bynd nessa tarefa?

O Bynd apoia e é signatário do Pacto Global da ONU, assumindo o compromisso de conscientizar a sociedade sobre a possibilidade de usar a carona para deslocamentos urbanos, reduzindo os níveis de poluição do oxigênio. O seu objetivo é transformar o mundo, tornando-o mais sustentável por intermédio da mobilidade urbana.

O foco é promover a cultura da mobilidade compartilhada, de modo que as empresas e seus colaboradores se desloquem utilizando o menor número de veículos possível. Além disso, o Bynd busca o engajamento da comunidade nacional para que ela venha a aderir ao Pacto Global da ONU.

Gostou do nosso conteúdo? Conheça um pouco mais sobre o Bynd e adote medidas de combate às mudanças climáticas que minimizam os impactos ao meio ambiente. Pegue carona nessa ideia e compartilhe este artigo nas suas redes sociais!

Compartilhar nas redes

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Procurar

Guia de mobilidade corporativa.

Saiba como aumentar a eficiência e reduzir custos de transporte na sua empresa.

Assine nossa newsletter

Últimos posts

Mês de publicação

Leve o Bynd para a sua empresa ou universidade

Não vá ainda!
Agende uma demonstração com nossos consultores