As 5 ODS do bynd (ou porque a cultura da carona ainda vai nos levar para cima e além!)

Há mais coisas entre o bynd e a ONU do que pode imaginar nossa vã filosofia…

No final de agosto o Gustavo Gracitelli, CEO e cofundador do bynd recebeu um convite precioso: representar o bynd na “Urban Innovation Challenge”, uma competição internacional organizada pela ONU e pelo governo de Seul (capital da Coréia do Sul) que premiará iniciativas que promovem o desenvolvimento sustentável do planeta e que estejam alinhadas com a Agenda 2030 da ONU.

Convite aceito, viagem marcada, evento rolando, mas pode ser que ainda ronde na sua cabeça uma pergunta capciosa: o que exatamente o bynd e a cultura da carona tem a ver com a ONU?

Para Gustavo, o bynd tem tudo a ver com as ODS. Primeiro porque o bynd é uma solução de mobilidade e os benefícios da carona vão além da redução de trânsito e segundo porque os habitantes de grandes cidades perdem muito tempo de vida respirando ar poluído. “A nossa atividade está diretamente conectada com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU, sobretudo o Objetivo 9, que define que precisamos construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável, além de fomentar a inovação”. “O Objetivo 11 também tem a ver com a gente, já que pretende tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis”, afirma.

Além destes citados, outros 3 objetivos tem interface com os valores e a missão do bynd no mundo. Quer saber por quê? Dá uma olhadinha aí 😉

ODS 9 – Indústria, inovação e infraestrutura

Este objetivo está relacionado à inovação tecnológica e busca, entre outras coisas, valorizar micro e pequenas empresas que investem em tecnologia nacional para solucionar problemas de eficiência energética e infraestrutura urbana. Esta é uma das principais metas relacionadas à mobilidade e ao transporte eficiente e de qualidade da ONU e está intimamente com o bynd, já que une tecnologia e impacto ambiental. 

 

ODS 11 – Cidades e Comunidades Sustentáveis

A fim de proporcionar acesso e melhorias a transportes mais seguros, acessíveis e sustentáveis, este objetivo traz metas relacionadas à redução do impacto ambiental per capita das cidades, prestando especial atenção à qualidade do ar e à poluição. Uma forma de medir isto é acompanhar o número de poeira fina por milhão de partículas (PM) no ar. Num mundo ideal, este número não deve ultrapassar 2,5 micro milímetros PM. Em Seul, cidade sede do desafio das startups, por exemplo, o número chega a 23 microgramas de poeira fina por milhão.

ODS 12 – Consumo e produção responsáveis

Entre as metas deste objetivo das ODS da ONU está a gestão sustentável e o uso eficiente dos recursos naturais do planeta, além do incentivo à grandes empresas a adotar práticas de sustentabilidade em seu cotidiano e também em seus relatórios. Hoje, o transporte é responsável por 64% do consumo de óleo no planeta, segundo relatório do Banco Mundial publicado em 2016. Assim, otimizar o uso do carro ocupando todos os seus assentos por meio de caronas para ir e voltar do trabalho é sem dúvida uma importante medida para o uso sustentável de recursos escassos como o petróleo e também para reduzir a quantidade de CO2 emitida na atmosfera diariamente.

ODS 13 – Ação contra mudança global do clima

Até o final do século XXI a temperatura global pode aumentar 3ºC em todo o planeta, parece pouco, mas os efeitos disso são incalculáveis para a Natureza e para a Humanidade. No entanto, campanhas que promovam a conscientização sobre as mudanças climáticas e a redução do impacto negativo que a atividade humana produz no planeta podem contribuir para a reversão deste cenário. Campanhas de conscientização como a Semana da Meio Ambiente e Semana da Mobilidade produzidas pelo bynd, por exemplo, contribuem para a sensibilização de diversos grupos sociais para as mudanças climáticas enquanto buscam também aumentar o impacto ambiental que as caronas podem ter.

ODS 17 – Parcerias e Meios de Implementação

Este objetivo amarra todos os outros já que sozinhos podemos fazer pouco, mas juntos podemos transformar a realidade do planeta. E é justamente por isso que empresas como o bynd e como nossos clientes acreditam que estabelecer relações de parceria e cooperação pode proporcionar trocas de experiências, conhecimentos e tecnologia para mobilizar milhares de pessoas no combate às mudanças climáticas globais.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *